quarta-feira, 7 de novembro de 2018

VIAGEM: 11 de outubro

A ida.

Parti de São Paulo no dia 11 de outubro por volta das 15:30h, o céu estava cinza, típico de São Paulo, com uma garoa que foi intensificando. Sempre tive medo de altura, e voar não é algo natural pra mim.
Há cerca de 2 meses atrás precisei viajar para o Rio de Janeiro por motivos de: trabalho. Sabia que iria de avião e decidi não me preocupar com isso até o dia D. Pensei em ir de ônibus, mas não queria me acovardar diante de uma coisa simples que é pegar um avião. Até hoje não sei como, ou melhor, sei, as orações que fiz ao longo do período me prepararam para que eu não tivesse pavor de voar, mesmo porque eu iria sozinha para o Rio.
Entrei no avião, me sentei, afivelei o cinto e coloquei Red Bone do Childish Gambino pra ouvir e então a mágica aconteceu. O avião decolou e o medo ficou. Curti todo o tempo que estava no avião e descobri que pousar é uma sensação maravilhosa.

Desde então eu sabia que estaria preparada para encarar uma viagem de mais ou menos 9 horas de duração. E assim foi. Não vou negar que o remédio da gripe me ajudou a dormir quase o tempo todo, mas foi até melhor, pois não queria ficar gripada a viagem toda.
Vôos de longa duração não são fáceis, é muito tempo sentado, em um lugar só, segurando a ansiedade de pousar ver tudo aquilo que foi planejado durante meses. Mas valeu a pena cada minutinho.

E assim, cheguei em Lisboa:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...